E-mail

tpopular@hotmail.com

WhatsApp

77 99962-1243

COVID-19 (Novo Coronavírus)
SHOW DE PRÊMIOS CAETITÉ
NOVO CORONAVÍRUS

Guanambiense relata situação da população francesa após epidemia do coronavírus no país

A Guanambiense fala que o vídeo não é para colocar medo na população de Guanambi, mas sim, para que as pessoas entendam que a situação é grave e é necessário seguir as recomendações para não acontecer um colapso, igual o da França, Itália e demais países.

20/03/2020 07h11Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
Fonte: Por Joana Martins / Agência Sertão

A Guanambiense Damy Nascimento, ex locutora da rádio 106 FM de Guanambi, relatou em suas redes sociais a situação crítica pela qual ela está passando na França. Durante quase 13 minutos de vídeo, ela explica a necessidade da realização da quarentena e demostra preocupação com os seus familiares e amigos residentes em Guanambi.

Nascimento relata que na França está sendo recomendado que os moradores saiam apenas em caso extremo e é recomendado que as pessoas procurem os hospitais quando realmente necessitarem de atendimento, além disso, é necessário um atestado para circular nas ruas. Apenas os profissionais de serviços essenciais estão trabalhando, como por exemplo, os profissionais da saúde, polícias e de equipes de farmácias e supermercados.

Durante a gravação ela reforça a necessidade da quarentena no país e compara a França e Itália com Brasil. “A situação aqui (França) não está boa. Após o pronunciamento do presidente no final de semana, a população foi para o supermercado e comprou muito feijão, arroz, macarrão e enlatados de longa duração e acabaram todos. Essa atitude fez com que aglomerassem muitas pessoas e as consequências, foram que os casos aumentaram e uns tem comidas estocada e outro não tem quase nada”, relata a guanambiense. Ela também afirma que desde sábado vai ao supermercado fazer compras e não acha nada nas prateleiras.

A Guanambiense fala que o vídeo não é para colocar medo na população de Guanambi, mas sim, para que as pessoas entendam que a situação é grave e é necessário seguir as recomendações para não acontecer um colapso, igual o da França, Itália e demais países.

No decorrer do vídeo ela ressaltou que não deseja ver e ouvir falar que no Brasil a epidemia se alastrou por conta das brincadeiras e por parte da população não levar a sério as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). “Espero que vocês não precisem escutar o dia todo o barulho das sirenes das ambulâncias lotadas, e ver os mercados lotados e as prateleiras vazias… O motivo porquê estamos nessa situação aqui? Os aeroportos estavam abertos, as pessoas indo e vindo para a França, tinham aulas nas escolas e universidades e tudo funcionavam perfeitamente. Ninguém levou a sério as recomendações!”, pontua Miranda.

Confira o vídeo.

Em contato com a Agência Sertão nesta quinta-feira (19), dois dias após a publicação do vídeo, Damy afirmou que ainda não saiu de casa desde o último domingo. Por esse motivo, não sabe se houve reposição dos alimentos nas prateleiras dos supermercados.

Ela acredita que a quarentena deve ser prorrogada no país devido ao aumento do número de casos confirmados.

Últimos acontecimentos em Guanambi

Em Guanambi, algumas medidas de segurança estão sendo tomadas nos últimos dias. O prefeito da cidade suspendeu as aulas municipais desde terça-feira (17), proibiu a aglomeração de mais de 50 pessoas em um mesmo local e outras medidas de prevenção foram realizadas. 

Os estabelecimentos estão incentivando o atendimentos domiciliares ou delivery. Mercados e supermercados permanecem abertos e o fluxo de pessoas aumentou, mas até amanhã desta quinta-feira (19), não há indício de desabastecimento.

Dois casos suspeitos na cidade foram descartadas na semana passada, nesta quarta-feira, outros dois casos deram negativos para o Coronavírus. Quatro exames de pacientes com suspeitas da doença ainda aguardam confirmação.

Nesta quarta-feira (18), o governo da Bahia suspendeu as aulas da rede estadual por 30 dias. Além disso, foi decretado que a partir da meia noite desta sexta-feira (20), as rodoviárias de Salvador, Teixeira de Freitas e Prado serão fechadas por tempo indeterminado, a medida é para conter os casos e evitar que espalhem o vírus para outras cidades.

O Hospital Espanhol também será reaberto para atender os pacientes em estado mais grave do coronavírus. De acordo com uma coletiva realizada pelo governador, Rui Costa,  serão disponibilizados no Hospital Espanhol – 80 leitos de UTI e 80 apartamentos, totalizando 160 leitos, além de salas de cirurgia, emergência e refeitório para atender eventuais pacientes que precisem desse atendimento.

A Bahia registrou 747 casos suspeitos de Covid-19 (coronavírus), de janeiro até a noite desta quarta-feira (18). Desse total, além dos 27 confirmados, 335 aguardam análise laboratorial e 385 foram descartados.

  • Guanambiense relata situação da população francesa após epidemia do coronavírus no país
  • Guanambiense relata situação da população francesa após epidemia do coronavírus no país
  • Guanambiense relata situação da população francesa após epidemia do coronavírus no país
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Guanambi - BA
Atualizado às 17h11
31°
Poucas nuvens Máxima: 27° - Mínima: 19°
32°

Sensação

3 km/h

Vento

49%

Umidade

Fonte: Climatempo
ANÚNCIOS DIVERSOS
Últimas notícias
SYMON TATTOO
Mais lidas
RESTAURANTE DA CÁSSIA
Anúncio