Segunda, 01 de Junho de 2020 15:10
77 99962-1243
Saúde SUSPEITO

Jovem de Matina morre com suspeita de coronavírus no Hospital Geral de Guanambi

Diretora informou que, o material já foi coletado para exame

30/03/2020 16h29
Por: Redação Fonte: Portal Vilson Nunes
Jovem de Matina morre com suspeita de coronavírus no Hospital Geral de Guanambi

Um jovem, natural de Matina (BA) morreu na madrugada desta segunda-feira (30), com suspeita do novo coronavírus (Covid-19), no Hospital Geral de Guanambi (HGG). O paciente de 32 anos, foi internado, por volta de 1h. De acordo com informações obtidas pelo PORTAL VILSON NUNES, o rapaz chegou com insuficiência respiratória e febre e foi para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Procurada, a diretora do HGG, Paula Melo, confirmou a morte do paciente, mas esclareceu que ainda não pode afirmar que se trata de Covid-19, pois deve-se aguardar o resultado do exame que será realizado. “A comissão do Covid vai se reunir e este caso será esclarecido, mas o fato é que o paciente veio para o Hospital, ele veio a óbito, e este caso não tem como confirmar se é caso covid ou não, porque também só o exame confirma”, disse Paula.

Em relação a coleta do material, a Diretora informou que, o procedimento foi realizado e agora será encaminhado para análise no Lacen, em Salvador (BA). “Foi feita a coleta, tá sendo feito todo cuidado com o corpo, está isolado e, vamos aguardar agora o resultado, segundo o avaliador clínico o quadro não é compatível para Covid, entretanto, só o exame vai determinar se positivo ou não“, manifestou.

Conforme Nota Oficial divulgada pela Secretaria de Saúde da cidade, o paciente estava trabalhando na cidade de Belo-Horizonte (MG). Ele deu entrada no Hospital Municipal de Matina com quadro de desconforto respiratório e após avaliação médica e medidas de segurança, foi transferido ao HGG. Ainda segundo o comunicado, o paciente já vinha sendo monitorado pela Equipe da Atenção Básica, visto que o Agente Comunitário de Saúde da área havia identificado seu retorno da cidade mineira. Na ocasião, a equipe da saúde abordou o cidadão com as orientações necessárias e encaminhou o caso à Vigilância Epidemiológica Municipal que passou a monitorar o caso. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.