Quinta, 16 de Setembro de 2021
28°

Poucas nuvens

Guanambi - BA

Anúncio
Estadual PROJETO DE LEI

Ivana quer estabelecer na Bahia aplicativo para estimular doações de sangue

Através da proposta o aplicativo disponibilizará informações para conscientizar e orientar os usuários sobre a importância da doação, locais de coleta, bem como divulgar os níveis de estoques por tipo sanguíneo.

31/12/2020 às 12h58
Por: Redação Fonte: Assessoria de Comunicação Gabinete deputada Ivana Bastos
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A deputada Ivana Bastos protocolou na Assembleia Legislativa da Bahia, o Projeto de Lei 24.022/202 para a criação de um serviço por aplicativo denominado "Doe Sangue". A modalidade com o objetivo de estimular a doação de sangue, seria disponibilizada gratuitamente e acessível em dispositivos móveis com os sistemas operacionais iOS, Android ou Windows Phone entre outras modalidades regulamentais. 

“Buscamos estabelecer um estímulo para que a população se aproxime dos bancos de sangue para que tenhamos um aumento nos estoques. A ideia visa fomentar no indivíduo a importância de doação”, argumentou Ivana Bastos, ao destacar ainda que: "doar sangue é um ato de solidariedade e cidadania". 

Através da proposta o aplicativo disponibilizará informações para conscientizar e orientar os usuários sobre a importância da doação, locais de coleta, bem como divulgar os níveis de estoques por tipo sanguíneo. Através do aplicativo, o doador passaria a receber mensagens a cada vez que colaborar para salvar a vida de pacientes, como forma de incentivá-lo a continuar o gesto de solidariedade humana.

No documento, a parlamentar justifica a iniciativa ressaltando sobre a necessidade do poder público buscar instrumentos legais, cada vez mais eficientes diante de uma realidade de saúde pública sempre difícil e crítica. Ao argumentar, informa que durante a pandemia, os estoques de sangue até agosto de 2020 na Bahia, tiveram uma queda significativa, representando uma baixa de 17% de candidatos à doação e de 15% de bolsas coletadas em relação ao mesmo período de 2019.

De acordo com o projeto, a partir da regulamentação do aplicativo, fica estabelecido a necessidade de ampla divulgação por intermédio de campanhas periódicas de publicidade em todo território baiano. “Doar sangue é um ato de amor. Precisamos manter os bancos de sangue ativos para atender as demandas, dessa forma, seguiremos na luta para aprovação do PL para contribuir com essa tarefa no nosso estado”, finalizou Ivana.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários