Sábado, 17 de Abril de 2021 02:02
77 99962-1243
Polícia IDENTIFICAÇÃO

Polícia identifica homem que morreu, após carro cair em ribanceira, na Serra dos Brindes

O falecido trata-se de Jackson de Jesus Ramos, vulgo ‘Jacolino’, 28 anos, que ficou bastante tempo preso, após ser acusado de tráfico de drogas e outros crimes, no município de Guanambi.

23/03/2021 07h38
Por: Redação Fonte: Portal Vilson Nunes
Foto: Reprodução - Rede social
Foto: Reprodução - Rede social

 Polícia Civil identificou, o corpo do homem que morreu em decorrência de um acidente, registrado no final da tarde desta segunda-feira (22), na BR-030, no trecho conhecido como Serra dos Brindes, em Guanambi. De acordo com informações apuradas pelo PORTAL VILSON NUNES, o falecido trata-se de Jackson de Jesus Ramos, vulgo ‘Jacolino’, 28 anos, que ficou bastante tempo preso, após ser acusado de tráfico de drogas e outros crimes, no município de Guanambi.

Jacolino conduzia um veículo Corsa/Wind, cor prata, ano 2000, placa CSF-3F98, licença de Guanambi (BA), quando perdeu o controle da direção em uma curva e desceu a ribanceira. O motorista não usava cinto de segurança. Ele morreu no local. Um cachorro da raça Pitbull, que estava no veículo saiu ileso do acidente.

O carro foi guinchado e apresentado na Delegacia Territorial de Guanambi. O corpo da vítima foi removido pelo DPT e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Guanambi.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE À EPOCA DA PRISÃO DO FALECIDO

Em 13 de dezembro de 2017, Jacolino e mais cinco indivíduos foram presos no município de Guanambi, suspeitos de integrarem uma facção criminosa comandada pelo traficante Fabiano Almeida, ‘Baú’, que além de assaltos e tráfico de drogas, praticaram diversos homicídios de membros de facções rivais em Guanambi e região. Na ocasião, além das prisões, foram apreendidos duas pistolas calibre 9MM; um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre  12 e farta munição de diversos calibres. Além disso, os suspeitos foram presos em flagrante por porte ilegal de arma e associação criminosa. Diante disso, Jacolino ficou preso por alguns anos e estava em liberdade provisória.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.